Com Maria rumo ao Seara 2017!

Receba Indulgência Plenária na Paróquia Nossa Senhora do Rosário de
Fátima

Muitas pessoas ainda não estão
sabendo da tamanha graça poder receber a Indulgência Plenária tão pertinho da
gente! A paróquia de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, aqui em Viçosa,
recebeu um documento expedido pela Santa Sé, no qual o Santo Padre concede a
Indulgência Plenária aos fiéis que cumprirem adequadamente as condições
costumeiras durante o Ano Mariano jubilar.
A solicitação para a concessão
da indulgência foi enviada pelo arcebispo de Mariana, Dom Geraldo Lyrio Rocha,
juntamente com o pároco, cônego Lauro Versiane Barbosa, devido a celebração do
centenário das aparições em Fátima, Portugal. Fato ocorrido desde 13 de maio
até 13 de outubro de 1917, no lugar chamado ́Cova da iria ́, quando os três
pequenos pastores, Lúcia, Francisco e Jacinta obtiveram o singular e inesperado
benefício de ver, com seus olhos, a Virgem Maria que os convidara, com modos de
mãe, a rezarem pela conversão dos pecadores e a fazerem penitência pela
salvação das almas.
Mas você sabe o que é
Indulgência Plenária?

Conforme o ensinamento da Igreja
Católica, “indulgência é a remissão, diante de Deus, da pena temporal devida
pelos pecados já perdoados quanto à culpa, que o fiel, devidamente disposto e
em certas e determinadas condições, alcança por meio da Igreja, a qual, como
dispensadora da redenção, distribui e aplica, com autoridade, o tesouro das
satisfações de Cristo e dos Santos” (Constituição Apostólica Indulgentiarum
Doctrina
, 1967, Papa Paulo VI, Sobre a doutrina das indulgências, n.1).
Embora, no Sacramento da
Penitência, a culpa do pecado seja perdoada, tirada e com ele o castigo eterno
por motivo dos pecados mortais, ainda permanece a pena temporal exigida pela
Justiça Divina, e essa exigência deve ser cumprida na vida presente ou depois
da morte, isto é, no Purgatório. Uma indulgência oferece ao pecador penitente
meios para cumprir essa dívida durante sua vida na terra ou oferecer pelas
almas do Purgatório. O Catecismo da Igreja Católica afirma: “Pelas
indulgências, os fiéis podem obter para si mesmos e também para as almas do
Purgatório, a remissão das penas temporais, sequelas dos pecados” (CIC, 1498).
Condições para a Indulgência Plenária:

Mas para alcançar a Indulgência Plenária
são necessárias algumas condições habituais:
·        
Realizar uma peregrinação (sozinho ou em grupo)
até à Igreja Matriz Nossa Senhora do Rosário de Fátima;
·        
Participar da Santa Missa e comungar com o
desejo de receber a Indulgência;
·        
Rezar pelo Papa ao menos: um Pai Nosso, Ave
Maria e Glória;
·        
Rezar pela conversão dos pecadores, pelas
vocações sacerdotais e religiosas, pela defesa da família humana, concluindo
com o Pai Nosso, o Creio e invocações a Beata Virgem Maria de Fátima.

Vale lembrar que idosos e enfermos também podem
receber a indulgência plenária. O documento explica que os fiéis impedidos pela
velhice, pela doença ou por outra causa grave, podem igualmente obter a
Indulgência Plenária se, imbuídos do horror a todo pecado e da intenção de
cumprir, na primeira oportunidade, as três costumeiras condições, diante de
alguma pequena imagem de Fátima, unirem-se espiritualmente às funções ou
peregrinações jubilares, oferecendo confiantemente suas preces e dores ou
incômodos da própria vida ao Deus Misericordioso, por Maria.
Venha participar da Missa de Entrega do Seara, dia 19/02 às 19h na Igreja Nossa Senhora de Fátima.
E ainda poderão ter a graça de receber a Indulgência Plenária desde que cumpra adequadamente as condições para obtê-la! Com Maria rumo ao Seara 2017!

Comentários no Facebook