“DEUS NÃO DESISTE DE MIM”

Quem pregou para nós nesta tarde de Domingo foi
o Paulo Henrique, mais conhecido como Jacozinho, ele é casado com a Luciene a
17 anos, tem um filho e faz parte da RCC servindo no GO Resgate.
De início, ele faz uma introdução falando sobre
o jubileu de ouro da RCC que estamos comemorando neste ano, falando da importância
da Renovação para a Igreja, o carisma do Espirito e a importância da vivência
dos dons carismáticos.
A palavra usada pelo pregador está em Jo 8, 1-11, que nos relata a misericórdia
de Deus sobre a vida da mulher adultera, onde alguns fariseus levaram até Jesus
essa mulher que estava em adultério, Jesus com sua infinita sabedoria, diz aos
presentes que quem não tinha pecado que atirasse a primeira pedra, pois naquela
época a sociedade e a religião condenavam ao apedrejamento a mulher pega em
adultério; por fim, ninguém a condenou e Jesus diz a mulher para ir porque Ele
também não a condenaria.
A partir desta passagem, Jacozinho vai passando
por alguns versículos e chamando a atenção pela atitude dos fariseus e as de
Jesus.
O convite do Senhor e que subimos ao monte para
nos abrirmos a experiência do Espírito Santo, como a palavra nos fala que Jesus
subiu ao monte para orar (Cf Jo), pois o Espírito é livre a age como aprouver.
O pregador cita a passagem de Romanos que diz “O
salário do pecado é a morte” e continua falando que Satanás tem nos dado o
gostinho do pecado e nos levado a morte; apresenta algumas armas para o combate
contar o pecado, que é a intimidade com Deus, que nos leva a lavar nossas
vestes no sangue de Jesus; o Jejum que nos fortalece na batalha conta o
inimigo, como Jesus no deserto, quando foi tentado em comer pão e resistiu
ficando quarenta dias e noites de jejum, orando; o Santo terço, onde o
Jacozinho partilhava da sua experiência de vivencia com sua família, que rezavam
o terço todo os dias e disse que Maria, através da oração do terço, já fez
infinitas coisas que ele necessitava.
Ao vir ao nosso auxilio, Deus se abaixa e fica
na nossa altura para nos acolher, Ele se curva à altura da mulher adultera para
levantá-la, tirando e lavando as vestes sujas de pecado; Deus se compadece da
mulher e é isso que Ele quer fazer com cada um de nós; a necessidade de voltarmos
às origens e combater contra o pecado é imediata; Deus nos convida a deixar os
pecados que praticamos no namoro, no casamento para viver uma vida casta, pura,
santa.

Por fim, ele chama a todos a renunciar a vida
passada e escolher a Deus.

Comentários no Facebook