Se alguém quiser ser o primeiro, que seja o último de todos e aquele que serve a todos!

Em sua homilia nesta terça-feira, o padre Luizinho nos levou a refletir sobre nossas cruzes e nossa missão. Para refletirmos podemos nos perguntar: estou colocando Deus acima de todas as coisas ou estamos sendo seduzidos pelo espírito do mundo? Será que estamos travando uma guerra sem fim para satisfazer nossos desejos pessoais? Estou tomando a minha cruz? Ou estou vivendo uma fé somente baseada em resultados? O que nos afasta de Deus é querer os prazeres mundanos. Por isso abraçar a cruz é um escândalo para o mundo. Quanto mais nos desapegarmos das coisas e prazeres do mundo, mais vamos tendo a certeza da felicidade.

Para conseguir viver carregando nossa cruz como Cristo carregou a dEle, devemos nos armar com a oração, a fidelidade ao evangelho e a participação dos sacramentos. Precisamos também ser sacramentos, nos sacrificando a cada dia em nosso combate com a força de Deus. Porém, não basta pedir a força do alto, mas devemos ser transmissores do evangelho. Devemos ser crianças nas mãos de Deus no acolhimento e anúncio do Reino.

Que saiamos do Seara 2020 com a consciência de que travaremos uma batalha espiritual e uma batalha contra a busca desregrada dos prazeres mundanos. O caminho de Jesus é a porta estreita, enquanto a porta larga é o caminho do mundo. Escolhamos o caminho de Jesus e assumamos as consequências do seu seguimento!

Coragem! Não vos conformeis com este mundo!

Natália Moreira Nunes
Equipe de Mídias Seara 2020

Comentários no Facebook