MANHÃ DE ORAÇÃO DOMINGO: “Senhor que eu veja” (Mc 10, 46-52) – Yagho Ferreira

Yagho nos trouxe a passagem do cego Bartimeu, que não era cego de nascença. Ele enxergava e em um certo momento ele perdeu a visão. Tornar-se cego, não é somente perder a visão. Mas é perder a referência, é deixar que as coisas do mundo coloque uma venda em nossos olhos. Quando não enxergamos a Deus, o nosso coração endurece e impede de contemplar Suas maravilhas.

E hoje, o que te impede de enxergar Jesus?

Deus quer realizar muitas coisas na nossa vida, mas pela cegueira não conseguimos a vontade de Deus.

Apesar de todas as situações, Deus continua sendo Deus. E quando você permite que Deus cure sua visão, você começa a enxergar as coisas de uma forma diferente.

Bartimeu sabia o que queria, o desejo do seu coração. E pediu a Jesus: “Que eu veja novamente”. Ele se deixou ser curado. Bartimeu estava cansado da vida que estava levando. Ás vezes você está numa situação, que não se contenta. Se sua vida está triste, sem sentido, onde tudo parece estar errado. E você assim como Bartimeu, quer sair, dessa situação, porque não nasceu para isso. Hoje Jesus está diante de nós: ” O que quereis que eu te faça? “

É necessário dizer para Deus: “Jesus, filho de Davi, tenha piedade de mim”. É necessário ter em nosso coração a vontade de ver Jesus! Ele quer te curar não só fisicamente, mas colocá-lo diante da verdade. E Ele é a nossa verdade. Precisamos lançar o olhar pra Jesus! Deixa Jesus conduzir sua vida. Para isso, precisamos de olhar profundo, sedento. Um olhar que atravessa o coração de Jesus.

Se tivermos o olhar fixo em Jesus, Ele vai nos honrar, derramar milagres e graças em nossas vidas. Realizar nossos sonhos e projetos. E assim nossa vida nunca será mais a mesma, porque Ele nos leva a enxergar de uma maneira diferente.

Ver Jesus nos torna parecidos com Ele. Nos traz caráter, humildade e amor, para ser Cristo para os outros.

Por Yasmin Martins – Equipe de Mídias

Comentários no Facebook