“Contemplando a vitória de Deus” – Márcio Mendes

Estou persuadido de que aquele
que iniciou em vós esta obra excelente lhe dará o acabamento até o dia de Jesus
Cristo
”. (Fl 1, 6)
Márcio Mendes, membro da Comunidade Canção Nova iniciou a pregação com a
seguinte indagação: “Você veio ao SEARA para ouvir de Deus ou experimentar a
Deus”? Porque ouvir falar de Deus podemos ouvir de qualquer lugar, mas aqui
poderemos experimentar e sentir a Deus.
O tema da pregação foi “Contemplando a Vitória de Deus”. Para entender o
tema, precisamos entender também o que significa contemplar. A palavra
contemplar quer dizer “entrar no templo com”. E o que é templo? A palavra
templo significa recorte do céu. Então o tema se resume em estar com Deus debaixo
de uma experiência de céu.
Depois ele utilizou a passagem de Jeremias 29, 11-14. Enfatizou que Deus
escolheu um por um para estar escutando essa palavra. Deus conspirou para que
estivéssemos em contato com essa palavra no dia de hoje.
Deus não se cansa de dizer para nós “Sei muito bem do projeto que tenho
em relação a vós. É um projeto de felicidade”. As vezes nós não temos clareza,
não sabemos nem dos nossos projetos. Quando você tem um projeto ele é claro pra
você. Infelizmente não sabemos o que queremos direito porque temos medo de
errar. A maioria das vezes nós só vamos vivendo a vida, indo para qualquer
lugar. Quantas vezes, por desconhecermos o projeto de Deus para nós, nos
enfiamos em qualquer projeto e sofremos muito, nos magoamos, ficamos
devastados, tristes e nos sentindo incapazes. Claro que para não generalizar,
existem pessoas que sabem bem o projeto de Deus para a vida delas mas tem
dúvidas se é isso mesmo, se é esse projeto que vai lhe trazer felicidade.
Márcio Mendes comentou que dedicou 4 anos da vida dele a Força Aérea, se
orgulha muito por isso, e não se arrepende de ter largado a carreira de Oficial
Aviador para ser missionário. Porque enquanto para alguns amigos deles era um
sonho estar ali voando, para ele, Marcio Mendes, trazia dúvidas se era isso que
traria para ele felicidade. Quando entrou na Canção Nova teve dúvidas da sua
vocação e foi ser seminarista. Ele tem um coração sacerdotal, tem um coração do
povo de Deus. Ele dedica a sua vida para o povo de Deus mas não é chamado ao
Celibato. E a dúvida não o permitiu a continuar no sacerdócio. Mas quando ele
encontrou a esposa dele, dia a dia Deus foi confirmando que ele era vocacionado
ao matrimônio.
O demônio não nos poupa e vem o tempo todo nos tentar para que pensemos
que Deus não nos vê, que Deus não nos escuta, que os olhos de Deus não estão
voltados para nós”.  Você sofre essa
tentação porque uma das armas do demônio é tentar nos convencer de que a nossa
vida não está boa, que está tudo ruim, o trabalho, o corpo, a família até a
gente acreditar que a nossa vida não vale a pena.
A tentação trabalha dia e noite sem parar, para te fazer acreditar que a
sua vida parou no tempo. Que você não consegue concluir nada do que começa. Que
nada nunca chega ao fim. Que as pessoas não te compreendem, não te amam e te
criticam por isso. Isso são obras da tentação. Ficamos descontentes e
desmotivamos, acabamos não levando nada pra frente. É tão difícil conviver com
um adulto descontente, que reclama de tudo, que é desmotivado pra tudo. Só que
Deus não é assim, Ele não deixa pela metade o que Ele começou. Ele não vai
desistir da obra que Ele começou na sua vida.
Deus traçou um plano de amor e de felicidade para sua vida e Ele não se
esqueceu disso. O plano de Deus para cada pessoa é diferente e único, mas todos
eles são iguais em dois pontos: todos são planos de amor e você precisa se
sentir amado. Ele não vai te deixar sozinho, triste e abandonado. E também são
planos de felicidade, não de sofrimento.
O seu sofrimento não é projeto de Deus para sua vida. Faz parte da vida,
mas não é o projeto final de Deus. Nós procuramos o sofrimento na vida por
causa das nossas escolhas erradas, por causa dos nossos pecados, por causa dos
pecados que os outros cometem contra nós que acabam nos afetando.
E Deus vai revirar sua vida do avesso se você deixar. Precisamos dizer
com autoridade: “A minha vida é um projeto de felicidade e não de sofrimento”.
Se Deus tem um projeto de felicidade para você porque você fica nesse tormento?
Precisamos sempre nos lembrar que: “Quem confia em Deus não tem medo do
futuro”. Não tenha medo de como as coisas vão se resolver, porque as coisas vão
resolver. Não tenha medo, Deus já sabe como vai resolver todas as situações que
você está passando. Deus já sabe como você vai ultrapassar tudo, por mais
profundo que seja o buraco que você se encontra, Deus tem a solução.
Quando você não confia em Deus, basta uma pequena ameaça e você emburra,
empaca e não sai do lugar. Você precisa confiar em Deus e colaborar com os planos
dele para você. Quem confia em Deus pega pesado na luta, e aos poucos Deus vai
te dando a sabedoria e a força necessária para que quando você menos perceber,
já vai ter vencido o problema. Você não precisa andar por aí triste, abatido,
porque você é filho de Deus e muito amado por Ele.
“Quando me invocardes, ireis em frente”. Quando não andamos com Deus o
inimigo nos amarra com qualquer coisa. A pessoa não permite que Deus guie a
vida dela. Quando você invocar a Deus, sua vida realmente vai mudar, vai andar.
Mas é preciso ter uma vida de oração. Na ocasião, Márcio Mendes partilhou que sempre
travou uma batalha na vida de oração, e ainda batalha até hoje. E que sempre
pediu a Deus para dar a graça de ajudar as pessoas que tinham dificuldades como
ele a encontrarem meios de conseguirem perseverar na oração. E por isso
escreveu o livro “30 minutos para mudar o seu
dia” e muitos testemunhos milagrosos brotaram desses 30 minutos de
oração.
“Quando orardes a mim, eu vou te escutar e quando procurardes, me
encontrarás porque de todo o coração me fostes buscar”. Para todos aqueles que
vieram de todo o coração para este retiro, um recado: “Deus já estabeleceu que
neste Seara você vai encontrar a Deus, vai achar o que você veio buscar, você
só precisa rezar e ter confiança”.
“Eu sou um plano de Deus e nasci para dar
certo”.
E, por tudo que Deus fez, demos glórias ao Pai, ao Filho, e ao Espírito
Santo, Amém.
Por: Dayane Silva Pereira – Equipe de Mídias

Comentários no Facebook